Brasil
Publicada em 09/01/20 às 20:13h
Laudo da Polícia Civil aponta que cerveja adulterada causou doença misteriosa em BH

Boa Nova FM


Um laudo da perícia criminal da Polícia Civil encaminhado para autoridades estaduais e municipais da área da saúde aponta a contaminação de duas amostras da marca Belorizontina, da cervejaria Backer, com a substância dietilenoglicol. A informação foi confirmada ao Estado de Minas por uma fonte dentro da Polícia Civil. 

Informo que nas duas amostras de cerveja encaminhadas pela vigilância sanitária do município de Belo Horizonte (cerveja pilsen marca Belorizontina lotes L1 1348 e L2 1348) foi identificada a presença da substância dietilenoglicol em 

Ressalto que estas garrafas foram recebidas lacradas e acondicionadas em envelopes de segurança da vigilância sanitária municipal”, informa o perito criminal da Polícia Civil.

Nesta quinta-feira (9), policiais e peritos foram até a fábrica da cervejaria para investigar possível contaminação. Oito casos de pessoas que apresentaram sintomas e quadros clínicos semelhantes são investigados.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da cervejaria Backer, mas não houve retorno. Na porta da empresa, um assessor informou que a cervejaria vai se manifestar após uma coletiva da polícia marcada para a noite desta quinta-feira (9).



Fonte: Estado de Minas 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


No Ar
LOVE SONGS com Gaspar de Souza
    
    





Copyright (c) 2020 - Boa Nova FM - Todos os direitos reservados