Brasil
Publicada em 21/08/19 às 06:58h
Um dos maiores ladrões de gados do Brasil é preso após tentar subornar policiais com R$ 10.000
Para tentar escapar da prisão, Walfrido Júnior ofereceu uma quantia alta aos policiais, que recusaram a oferta

Boa Nova FM


O produtor rural, Walfrido Júnior, vulgo Barriga, foi preso por mandado de prisão e corrupção ativa, em uma via de acesso pública do Distrito de Paredão de Minas, em Buritizeiro, na noite da última sexta-feira (16).

 

A ação ocorreu durante um patrulhamento rural, no qual os policiais se depararam com duas caminhonetes, uma na cor prata e outra de cor branca, que estavam estacionadas na lateral da estrada, que dá acesso ao distrito de Paredão de Minas, precisamente nas proximidades da entrada do assentamento de São Pedro das Gaitas.

Os condutores das caminhonetes se encontravam conversando no lado externo dos respectivos veículos, sendo que o condutor da caminhonete prata ao perceber a presença da viatura policial, ficou bastante assustado e entrou rapidamente em seu veículo, tentando evadir do local.

Diante da suspeita, os policiais conseguiram fazer o bloqueio da via e em seguida, realizaram a abordagem policial. Durante as buscas pessoais e veicular nada de ilícito foi encontrado, porém era notório o nervosismo do condutor, que se identificou como Júnior Nogueira.

Os militares, no entanto, localizaram os documentos do condutor e constataram que seu nome verdadeiro seria Walfrido Júnior, e após consulta de seus dados no sistema informatizado ISP/MG, foi constatado em seu desfavor, um mandado de prisão preventiva em aberto, determinado pela Comarca de João Pinheiro. 

Os veículos em situação regular foram liberados do local da abordagem, ficando sobre a responsabilidade da esposa de Walfrido. 

De acordo com informações da Polícia Militar, durante o desenrolar da ocorrência e da prisão, Walfrido chamou dois policiais para uma conversa, perguntando se havia a possibilidade de fazer algum acordo para ser liberado, e no momento em que os militares questionaram qual seria o acordo, o produtor rural ofereceu a quantia de R$ 10.000.00, caso eles concordassem em liberá-lo daquele local.

Mesmo advertido verbalmente pela prática de suborno, ele prosseguiu com a oferta durante o trajeto até a delegacia. 

Diante do exposto, foi dado voz de prisão a Walfrido, pelo crime de suborno, tendo sido conduzido a Depol, com todos os seus direitos preservados. 

De acordo com informações da Polícia Militar, Walfrido Júnior seria alvo da Polícia Civil de Goiás e Minas Gerais, na operação que resultou na morte de cinco homens que seriam integrantes de uma quadrilha especializada em roubos a bancos e carros de transporte de valores.

O confronto ocorreu em dezembro de 2018, em Brasilândia de Minas. Na ocasião, houve uma intensa troca de tiros, após o confronto com agentes da Polícia Civil de Goiás, todos os cinco homens que foram mortos, tinham uma vasta ficha criminal. 

Walfrido Júnior é considerado no meio policial como um dos maiores ladrões de gado do Brasil, por integrar uma quadrilha que cometia diversos roubos em fazendas, como furtos de gado e máquinas agrícolas, no distrito de Luzilândia do Oeste.


Por JP Agora




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


No Ar
Alvorada Sertaneja com Sandro Silva
    
    





Copyright (c) 2019 - Boa Nova FM - Todos os direitos reservados